Qual é o real impacto de fatores como o Stress, Ansiedade e Dores corporais na sua organização?

640 361 Bruno Dolbeth
  • 0

Fomos perceber o impacto destas incidências, de que forma empresas como a Microsoft e Nestlé investiram no Bem-Estar e como vários estudos científicos asseguram que os colaboradores são mais produtivos no trabalho quando são saudáveis, felizes e praticam exercício físico.

Portanto comecemos por pensar que…

Por mais que gostemos do nosso trabalho, e nos sintamos realizados ou até motivados com o mesmo, o “mood” com que o fazemos é claramente diferente daquele que adotamos quando estamos de férias. No local de trabalho existem diversos fatores que têm impacto no nosso dia-a-dia e na forma como nos sentimos na organização. A pressão para atingir os objetivos estabelecidos, cumprir os prazos com eficiência, superar os desafios que vão surgindo, “dar conta” da carga de trabalho existente e ainda ser reconhecido pelos colegas e superiores, são uns dos poucos exemplos de que podem provocar descontentamento e insatisfação no meio laboral.

Mas o que na generalidade é mais difícil de compreender é que, trabalhar sob pressão deixa-nos menos abertos a momentos de descontração e relaxamento e culmina muitas das vezes em falta de amabilidade e paciência, mau humor e acima de tudo, numa menor produtividade. Escusado será dizer que, estes fatores impactam negativamente o clima organizacional, as relações interpessoais, a integração das equipas e os resultados da empresa.

PENSEMOS AGORA NO EXEMPLO DE UM COMERCIAL DE VENDAS:

[O comercial encontra-se no segundo semestre e para além de ter de fazer a gestão da atual carteira de clientes está ainda um pouco longe de atingir os seus objetivos de vendas anual.

  1. Na semana anterior teve 3 reuniões com 3 potenciais clientes e nenhum ficou interessado em fechar negócio.

2. No início da semana teve duas reclamações de atuais clientes, nas quais ambos reportaram que o comercial não fez um acompanhamento de qualidade.

3. Tudo culminou numa chamada de atenção do superior.

4. Neste momento o comercial encontra-se oficialmente sob pressão. A sua produtividade e qualidade de trabalho estão comprometidas e como se não bastasse, o clima com os colegas é caraterizado por ser muito formal e com zero momentos de descontração em equipa.

Se multiplicarmos esta situação por tantas outras, facilmente conseguimos perceber o resultado desta “equação”: Falta de motivação dos colaboradores e diminuição dos níveis de produtividade na organização.

Um estudo recente, realizado em conjunto pela Brigham Young University, a Health Enhancement Research Organization e o Healthways Center for Health Research, concluiu que os trabalhadores são mais produtivos no trabalho, quando são saudáveis, felizes e praticam algum tipo de exercício físico.

“A nossa pesquisa confirma que a perda de produtividade dos trabalhadores está associada com baixos níveis de bem-estar, maus comportamentos de saúde, riscos elevados de doenças, patologias crónicas. Esta informação é importante porque o número de trabalhadores com excesso de peso, dietas erradas, diabetes e estilo de vida sedentário aumentou para níveis recorde nos últimos anos”, referiu James Pope, vice-presidente da Healthways.

Contudo existem boas noticias!

As empresas estão cada vez mais conscientes desta realidade e já podemos ver bons exemplos!

EMPRESAS APOSTAM EM BOAS PRÁTICAS DE SAÚDE:

Microsoft

Apesar de não existir um ginásio dentro do novo edifício da empresa, como acontecia na antiga sede do Tagus Park, com a mudança para Lisboa e para uma zona com grande oferta de espaços de prática desportiva, a Microsoft continua a incentivar a prática de atividade física através de parcerias com ginásios e clínicas de bem-estar, e também com um espaço onde os colaboradores podem mudar de roupa ou tomar duche após uma caminhada ou corrida à beira rio.

No que diz respeito à saúde e bem-estar, existe um conjunto de iniciativas que passam, por exemplo, por oferecer diariamente o pequeno-almoço a todos os colaboradores, disponibilizar fruta da época no escritório (privilegiando-se a escolha de alimentos saudáveis), aconselhamento nutricional (através de consultas personalizadas), entre outras. “Estas práticas têm influência e impacto direto nos níveis de produtividade e empenho. Colaboradores motivados e satisfeitos são a peça-chave para uma empresa de sucesso”, referiu Patrícia Fernandes.

Nestlé

A empresa com sede em Linda-a-Velha proporciona aos seus colaboradores um seguro de saúde, subsídios para a frequência de ginásios, sessões de ginástica laboral, serviço médico interno apoiado por dois médicos, um de Medicina do Trabalho e outro de Medicina Preventiva e Curativa, pequeno-almoço na empresa uma vez por mês, ementas saudáveis nos restaurantes das unidades da Nestlé e equipamentos de escritório ergonómicos. Além disso, lançaram recentemente um conjunto de medidas para conciliar a vida profissional e pessoal, que incluem a possibilidade de trabalhar um dia por mês a partir de casa ou sair mais cedo às sextas-feiras.

Uma das atividades presentes na maioria das práticas de saúde e bem estar dos colaboradores é a  QUICK MASSAGE.

Ainda não sabe o que é? Nós explicamos!

Mundialmente conhecida como o “Holy Grail” para lidar com o stress e ansiedade no trabalho e ainda dores de costas, pescoço e cabeça, a Quick Massage é aplicada em pleno ambiente de trabalho com recurso a uma cadeira especializada e a um profissional qualificado.

Cada colaborador poderá, numa pausa para massagem de 10 a 15 minutos, relaxar, recuperar os índices de concentração e voltar às suas tarefas revigorado, apresentando maiores índices de produtividade.

O principal objetivo da Quick Massage é o relaxamento muscular das regiões dorsal, cervical e dos membros superiores, além de melhorar a postura, equilibrar o fluxo sanguíneo e desbloquear as tensões acumuladas.

Os programas de Quick Massage da Workwell são desenvolvidos de acordo com as necessidades de cada empresa, tanto em relação à periodicidade das intervenções, quanto aos procedimentos a serem realizados, que são definidos de acordo com o tipo de atividade laboral.

Principais vantagens para a empresa:

  1. Tem baixo custo

Contratar serviços de Quick Massage é muito mais barato que costear afastamentos por causas médicas, faltas e contratações temporárias. Além disso, o ganho de produtividade também aumenta o custo-benefício e torna esta opção muito em conta.

  1. É flexível e rápida

Este tipo de procedimento não exige um lugar especial nem preparações específicas. O local de realização, que é a cadeira especializada, pode ser movida de acordo com a ergonomia do espaço.

  1. Diminui o número de faltas e afastamentos por problemas de saúde

Por ajudar a melhorar a qualidade de vida e o funcionamento do organismo do funcionário, a técnica é uma forma de diminuir a taxa de absentismo. Tanto as faltas quanto os afastamentos e licenças médica são reduzidos, melhorando a integração das equipas.

  1. Representa uma melhoria do ambiente de trabalho

O cuidado com a saúde e com o Bem-Estar, por si só, já é determinante para ter um bom clima organizacional. Com a Quick Massage as pessoas ficam mais relaxadas e são capazes de desempenhar as suas funções conforme o esperado.

  1. Aumenta a produtividade do colaborador

Livre de dores causadas por problemas na coluna ou de postura, o trabalhador concentra-se melhor e passa um tempo maior na sua função. Eventualmente, esta técnica ajuda a aumentar a produtividade de toda a equipa.

6.Reconecta as equipas

A pequena pausa na rotina oferecida faz com que o indivíduo se reconecte consigo mesmo, com os outros e com os seus pares. Isto gera relações intensamente produtivas e um ambiente agradável.

7. Estimula a criatividade do colaborador

A melhoria na circulação sanguínea e a eliminação de dores e incómodos fazem com que a pessoa se sinta melhor e pronta para “criar”. Desta forma, estimula a criatividade, gera novas soluções e trazem uma maior capacidade de resolução de tarefas e desafios.

8. Resgata a energia perdida durante o horário de trabalho

A rotina de trabalho pode ser stressante e desgastante. Com a Quick Massage, há uma reposição dessas energias, que permitem ao colaborador sentir-se melhor, com mais energia e acima de tudo mais capaz de realizar as tarefas que ainda tem pela frente.

Consulte os nossos programas de bem-estar AQUI e veja como podemos melhorar o bem-estar dos seus colaboradores.

AUTHOR

Bruno Dolbeth

All stories by: Bruno Dolbeth