Alimentação Saudável: Qual a sua relação com o desempenho dos colaboradores?

‘Somos o que comemos’, certamente já ouviu esta expressão que tem tanto de cliché como de verdade!

No âmbito corporativo, há uma forte ligação entre a alimentação saudável e o desempenho profissional. Muitos estudiosos defendem que a má alimentação tem reflexos diretos na produtividade de um colaborador.

Um estudo realizado pela Organização Internacional do Trabalho, concluiu que uma alimentação inadequada no ambiente de trabalho, pode reduzir até 20% da produtividade e eficiência dos colaboradores.

Continue a ler ou conheça agora a nossa nova oferta de serviços de alimentação saudável que preparámos para as empresas, clique aqui.

A alimentação saudável e a produtividade

Se somos o que comemos, o que acontecerá com uma equipa que se alimenta mal?

Uma alimentação saudável e equilibrada, é essencial para fornecer ao organismo todos os nutrientes necessários, não só para o seu bom funcionamento, como também para conseguirmos realizar todas as tarefas do dia a dia com energia e eficiência.

Se a nossa alimentação levar à carência ou excesso de certos nutrientes essenciais, isto irá refletir negativamente na nossa memória, raciocínio e concentração, afetando assim, o pleno funcionamento cerebral que é imprescindível para o desempenho da nossa atividade.

É verdade que a alimentação não é a única responsável pelo baixo rendimento de um colaborador, no entanto, é sem dúvida um fator que tem uma extrema influência, independentemente do tipo de atividade do colaborador.

Assim, é muito importante que as empresas incentivem os seus colaboradores a adotarem melhores hábitos alimentares. Acreditamos que este investimento não só beneficia a saúde dos colaboradores, como também os resultados da empresa, através do aumento da sua produtividade.

A importância da alimentação saudável nas empresas:

A oportunidade de progressão de carreira e outros benefícios oferecidos pelas empresas, são fatores que contribuem para uma maior produtividade dos colaboradores. Contudo, a promoção da alimentação saudável também oferece inúmeras vantagens para a empresa, e quando ignorada pode comprometer os seus resultados.

Altos níveis de absentismo por doença, ou dificuldades em exercer as suas funções, são muitas vezes desencadeados por distúrbios, como a obesidade, insónia e doenças crónicas. A má alimentação é reconhecida como uma impulsionadora para o desenvolvimento destes distúrbios.

Cada vez mais as empresas se consciencializam para a importância e necessidade de incentivar os seus colaboradores a terem uma alimentação mais saudável, como uma estratégia de promoção de qualidade de vida no trabalho – e o resultado revela-se muito positivo, bem como o retorno sobre o investimento.

Continue a ler ou conheça agora a nossa nova oferta de serviços de alimentação saudável que preparámos para as empresas, clique aqui.

Conheça agora alguns dos principais benefícios da promoção de uma alimentação saudável na sua empresa:

 

1. Qualidade de vida

A obesidade constitui um grande problema da atualidade. Para além de haver uma oferta infindável e cada vez mais acessível de alimentos repletos de açúcares e gorduras, estamos cada vez mais sedentários, o que prejudica severamente o nosso bem-estar físico e mental.

Outros fatores como o sono, o sistema imunitário, o stress, a ansiedade e o humor, influenciam positivamente ou negativamente a nossa qualidade de vida. Este efeito pode ser prevenido com uma alimentação saudável e equilibrada.

Uma alimentação saudável tem a capacidade de potenciar o bom funcionamento do corpo e sistema imunitário, evitando o aparecimento de doenças.

Assim, investir numa boa alimentação e promover a adoção de melhores hábitos, é a garantia de uma equipa e produtiva, com maior e melhor desempenho e qualidade de vida.

2. Aumento e melhoria do desempenho

O cansaço causado pela alimentação rica em açúcares e gorduras, torna o metabolismo lento, comprometendo seriamente o desempenho do colaborador. Quando este não se alimenta bem, o impacto disto nos índices de produtividade é notório.

Contrariamente, quando o colaborador se alimenta de forma saudável e equilibrada, dificilmente se sentirá cansado, o que o permite retomar às suas tarefas com disposição e energia, potenciando o seu nível de desempenho.

3. Melhoria na concentração e memória

Em quantidades adequadas, o consumo de nutrientes que são bons para o organismo, poderá aumentar o nível de concentração e desempenho do colaborador. Existem inclusive alimentos que são favoráveis à melhoria da concentração e da memória — é essencial o incentivo ao seu consumo.

4. Redução de custos com doenças

O absentismo afeta a empresa e a sua produtividade. A ausência de um colaborador, além de comprometer o desempenho da empresa, ainda traz custos acrescidos para esta.

Nem sempre a empresa consegue substituir um colaborador com baixa médica prolongada, o que causa uma lacuna no processo produtivo. A melhor estratégia que uma empresa pode adotar é cuidar preventivamente da saúde dos seus colaboradores, promovendo estratégias para manter bons hábitos e a qualidade de vida destes.

Investir na boa alimentação das equipas é essencial para evitar agravantes, tanto para o colaborador como para a empresa, o que decerto reduzirá os custos desta a longo prazo.

5. Melhoria do humor, da satisfação com a empresa e redução da rotatividade

A alimentação saudável também contribui para evitar o mau humor, pois certas hormonas são libertadas, hormonas estas que intensificam a sensação de felicidade e tranquilidade. Uma equipa motivada é sinónimo de colaboração e entreajuda.

Uma empresa que demonstra preocupação com fatores como a alimentação dos seus colaboradores, transmite-lhes uma sensação de cuidado e sensibilidade que irá influenciar positivamente a visão que estes têm da empresa, aumentando assim a sua retenção.

 

É importante que a empresa demonstre que se preocupa com o bem-estar da sua equipa, pois a satisfação do colaborador é um fator determinante para o sucesso das duas partes — a fidelização vem do sentimento de uma relação de cuidados mútuos.

Compartilhe

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkedin
Share on whatsapp
Compartilhe no Whatsapp

VEJA TAMBÉM

As competências do futuro profissional do departamento de Recursos Humanos devem estar alinhadas com as novas mudanças na gestão empresarial, tanto as derivadas da…
Entendem melhor, adaptam-se melhor a situações de mudança e incerteza, são mais empáticos, têm uma vida mais saudável… Pessoas com inteligência emocional desenvolvida têm…