Dicas da Especialista: Gerir a saúde mental e emocional em tempos de COVID-19

 

Esta é a nova rubrica do nosso blog que pretende oferecer dicas para uma melhor gestão da saúde mental e emocional em tempos de COVID-19.

São 24 Dicas sugeridas pela nossa Psicóloga Joana Sousa e que pode consultar sempre que quiser.

As dicas focam 7 temáticas distintas que serão partilhadas ao longo das próximas semanas. Estas são:

1. Manter um pensamento positivo em pleno surto
2. Evitar emoções negativas e comportamentos tóxicos
3. Manter um estilo de vida ativo e saudável
4. Manter a rotina de trabalho
5. Levar este período com humor e leveza
6. Investirmos em nós
7. Coisas para fazer durante a quarentena

 

O aparecimento do COVID-19, veio alterar tudo aquilo que nós conhecíamos como mundo, rotina, dia a dia…até mesmo a perceção de nós próprios nesta nova realidade, que se pode designar por “Era do COVID”.

O medo do desconhecido e a incerteza perante tudo o que nos espera futuramente, em conjugação com o isolamento e/ou confinamento obrigatório a que fomos sujeitos, faz com que os nossos pensamentos estejam muito focados em tudo o que envolva esta pandemia.

Pensamentos estes muitas vezes negativos, catastrofistas, distorcidos e exacerbados, que nos causam imenso stress, ansiedade e tensão, gerando uma sensação de falta de controlo e incapacidade de gerirmos convenientemente, as nossas emoções.

Isto leva a que os nossos comportamentos e reações sejam, de igual modo, desajustadas e nos causem uma grande sensação de mal estar. Este desafio a que fomos expostos, tem diversos obstáculos, mas temos a possibilidade de transformar esses mesmos obstáculos em oportunidades!

Em todas as guerras e acontecimentos considerados catastróficos, é possível retirar sempre algo de positivo! E, neste caso, não é diferente! Olhar para este período como uma fase de oportunidade para desacelerar o nosso ritmo, aprender, crescer, tomar consciência de nós mesmos e dar oportunidade ao mundo de se restabelecer!

Neste sentido, foram selecionadas algumas dicas que nos podem ajudar a lidar com a situação de isolamento e distanciamento social, de forma a sermos capazes de gerir melhor as nossas emoções, pensamentos e atitude perante a atualidade que vivemos.

Continue a ler ou conheça agora a solução personalizada que criámos para a sua empresa de forma a proteger a saúde mental e emocional dos seus colaboradores: Saiba mais aqui!

 

Dicas de Gestão da Saúde Mental e Emocional
Tema #1: Dicas para manter um pensamento positivo em pleno surto

 

Expressar os sentimentos e emoções que estamos a sentir

Mostra-se de grande importância não retrair e esconder o que realmente estamos a sentir. Expressarmos verdadeiramente o que sentimos, permite-nos prestar atenção às nossas emoções, gerando uma maior consciência, compreensão e conhecimento de nós mesmos. Poderá ajudar imenso falar sobre o que se está a sentir com pessoas que nos são próximas e queridas.

Ou, caso não nos sintamos à vontade para o fazer, procurarmos alguém com um parecer neutro, como um profissional de saúde que nos poderá ajudar a lidar melhor com alguns constrangimentos e dificuldades, ao nível desta gestão emocional.

A nossa expressão emocional e sentimental mostra-se essencial para a nossa felicidade, bem-estar e preservação da saúde mental.

Sermos solidários e cuidarmos uns dos outros

Prestar apoio a familiares mais velhos e/ou pessoas mais vulneráveis, pode fazer-nos sentir mais felizes, úteis e realizados, numa altura como esta em que muitos não têm condições e/ou resistência para enfrentar esta pandemia.

Devemos tomar as devidas precauções e indicações relativas ao distanciamento social e práticas de desinfeção e higiene, por forma a que consigamos proteger-nos a nós e aos outros. Tentar circular de forma protegida, mas tranquila e sem alarmismos. Isso irá ajudar a controlar a ansiedade, medo e tensão.

Podemos ainda ajudar e prestar apoio, mesmo sem sairmos de casa. Muitas vezes, uma video chamada, ou um simples telefonema ajuda mais do que podemos imaginar.

Com simples gestos, podemos fazer a diferença nos outros e em nós mesmos.

Isolamento físico, não significa distanciamento social e emocional

Usar ao máximo daquilo que as novas tecnologias têm de melhor para nos dar e manter contacto com familiares, amigos, e outras pessoas queridas. É possível criarmos encontros online, beber um copo de vinho ao final do dia, dançar, “sair” à noite com os amigos, almoçar com os colegas de trabalho, ou jantar em família! Existe uma imensidão de oportunidades que o mundo online nos disponibiliza e que nos poderão ajudar a ultrapassar estes tempos de quarentena.

Partilhar experiências, emoções e conversar!

Estas são simples coisas que, por vezes, desvalorizamos, mas que fazem toda a diferença na forma como nos sentimos e enfrentamos os vários acontecimentos de vida. Podem, de igual modo, funcionar como uma boa estratégia para enaltecer os nossos valores pessoais, familiares e mesmo sociais, em tempos de quarentena.

Podemos mesmo estabelecer e criar laços mais fortes e os quais pensávamos estarem, de certa forma, enfraquecidos. Esta, é uma boa altura para pôr em prática a partilha, a conversação e melhorar a qualidade de comunicação.

Praticar a gratidão e esboçar um sorriso!

A gratidão, a gentileza, o amor, a capacidade de compreensão e compaixão (por nós mesmos e pelos outros), são um ótimo combustível para lidar com as adversidades. Incutir e alimentar estes valores, irá ajudar na luta contra emoções negativas e pensamentos tóxicos, permitindo-nos olhar para a vida de uma forma mais feliz, com mais força, energia e entusiasmo.

Esperamos que com o auxílio destas dicas consiga preservar a integridade da sua saúde física e, principalmente, mental!

As próximas dicas abordam a temática:
Como evitar emoções negativas e comportamentos tóxicos | Fique atento!

Compartilhe

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkedin
Share on whatsapp
Compartilhe no Whatsapp

VEJA TAMBÉM

As competências do futuro profissional do departamento de Recursos Humanos devem estar alinhadas com as novas mudanças na gestão empresarial, tanto as derivadas da…
Entendem melhor, adaptam-se melhor a situações de mudança e incerteza, são mais empáticos, têm uma vida mais saudável… Pessoas com inteligência emocional desenvolvida têm…