É feliz no seu trabalho? Descubra o que motiva as pessoas a dizer “Eu adoro o que faço!”

1024 512 Bruno Dolbeth
  • 0

Um colaborador feliz é um colaborador produtivo. Este é um dos princípios básicos de todas as empresas do século XXI. Já se foi o tempo em que se pensava que um gestor austero incentivava os seus colaboradores a serem mais produtivos… Agora, para sorte de todos nós, sabe-se que o que deixa os colaboradores realmente felizes são os benefícios que as empresas oferecem.

Afinal, se um colaborador usufruir de incentivos, não só ficará mais feliz no próprio trabalho, como a sua felicidade o impedirá de querer trabalhar noutra empresa concorrente.

Portanto, caso ache que deveria oferecer mais benefícios aos seus colaboradores, este artigo oferece algumas ideias que pode colocar em prática.

  1. Trabalho flexível

Está cada vez mais comprovado que horários rígidos podem prejudicar a produtividade do colaborador, além de não terem em consideração o colaborador e as suas necessidades. Quando o colaborador tem liberdade para adaptar o seu horário à sua vida pessoal e familiar, existe um maior equilíbrio entre as diferentes áreas da sua vida e como tal com um maior bem-estar. E mais: se combinarmos o horário flexível com o teletrabalho, os benefícios podem não ser apenas para o colaborador, mas também para a empresa, visto que o teletrabalho diminui custos associados à sua presença física nos escritórios.

 

  1. Desenvolvimento profissional

Este é um dos benefícios básicos que qualquer empresa deve oferecer. Os colaboradores devem ter acesso a ferramentas necessárias para o seu desenvolvimento profissional. A formação contínua costuma ser o melhor método para garantir esse desenvolvimento profissional.

A formação interna é uma ferramenta muito importante nas empresas que se empenham em valorizar o talento dos colaboradores, através de ferramentas que potenciam o seu desenvolvimento profissional ao longo do tempo. Deste ponto de vista, a formação dos colaboradores tem um impacto positivo na evolução da própria empresa e também da motivação do colaborador.

Uma das vantagens das formações internas é facilitar o processo de desenvolvimento pessoal e profissional do colaborador e colocar à sua disposição os meios adequados, uma vez que nem sempre é fácil, devido ao horário de trabalho, conciliar o trabalho e vida pessoal com as outras atividades.

Os profissionais que atuam em empresas empenhadas no seu desenvolvimento profissional sentem-se valorizados e reconhecidos pelo seu talento, além de desenvolverem a sua atividade num ambiente que integra o valor do humanismo na empresa e não considera apenas os benefícios e resultados da mesma.

 

  1. Reconhecimento

É absolutamente necessário que as empresas reconheçam o trabalho dos seus colaboradores quando bem executado. Um colaborador que é reconhecido pelo seu trabalho é um colaborador que se esforçará para fazer o seu trabalho da melhor maneira possível.

O não reconhecimento é um dos pontos que mais causa a insatisfação dos colaboradores no ambiente profissional. As empresas de maior sucesso são aquelas que sabem como reconhecer os seus colaboradores. O ser humano procura reconhecimento, é algo inato.

Um dos benefícios de reconhecer as realizações dos colaboradores é reduzir a ansiedade. Quando um colaborador é reconhecido, sente-se menos pressionado, reduzindo o stress e o absenteísmo e aumentando a motivação.

Um colaborador motivado tem orgulho da empresa para a qual trabalha, o que significa lealdade e menos rotatividade.

Além disso, partilhar a atitude de reconhecimento da empresa com outros colaboradores, gera uma cultura de reconhecimento, provocando atitudes semelhantes noutros colaboradores.

 

  1. Benefícios sociais

A maioria dos benefícios discutidos acima representa custo zero (ou indireto) para a empresa. Os benefícios sociais, por outro lado, tendem a ter custos implícitos. Estes benefícios podem ser seguros, cartão de alimentação, infantário para os filhos dos colaboradores, massagens grátis, etc. e pretendem suportar e facilitar a vida do colaborador contribuindo para um maior bem-estar.

São todo um conjunto de melhorias na vida do trabalhador que, sem dúvida, o farão muito mais feliz.

É como dissemos inicialmente: um colaborador feliz é um colaborador produtivo.

Author

Bruno Dolbeth

All stories by: Bruno Dolbeth

Olá, tudo bem com você? Entre em contato comigo via whatsapp aqui.